Arquivos do Blog

Projeto quer enviar Antigo Testamento à Lua

O Google Lunar X PRIZE é um projeto que existe desde 2007. São 20 milhões de dólares oferecidos em prêmios para quem consiga enviar um foguete que pouse com segurança na superfície da Lua, ande por pelo menos 500 metros e transmita o evento pela internet.

“Mais da metade da população do mundo nunca teve a oportunidade de ver uma transmissão ao vivo da superfície lunar”, dizem os organizadores. Até agora nenhuma empresa conseguiu realizar o feito, mas vários programas diferentes estão em andamento e devem ser lançados até o final de 2015.

Entre os muitos projetos inscritos está o de uma equipe de Israel que deseja enviar junto com o foguete uma cópia da Torá para a Lua. A Torá inclui os cinco primeiros livros do Antigo Testamento, sendo a base da fé judaica.

Não seria a primeira vez que um texto religioso é enviado para o espaço. Na véspera de Natal, em 1968 a NASA provocou indignação entre os ateus, quando os astronautas da espaçonave Apollo 8 leram o Livro de Gênesis enquanto orbitavam ao redor da Lua. Três anos depois, os astronautas Apollo 15 deixaram uma cópia da Bíblia em solo lunar.

O projeto conhecido como Torá na Lua está sediado na capital Tel Aviv. Uma sonda projetada pelo Laboratório SpaceIL, da Tel Aviv University estava projetada, mas seu envio foi cancelado. A opção agora é fazer uma parceria com a equipe lunar de Barcelona, também inscrita no Lunar Prize, mas ainda não houve confirmação sobre um acordo.

Além de fazer o exemplar da Torá chegar até a Lua, outro grande obstáculo é criar uma cápsula que o faça resistir ao clima extremo. À luz do sol na superfície lunar pode chegar a um escaldante 123° de calor, mas à noite ele chega a 173° negativos. As primeiras cápsulas criadas pelo Spacell não suportaram essa variação de temperatura. O custo aproximado do projeto atual é 240 mil dólares, que serão arrecadados através de doações pela internet.

A perspectiva de criação de uma “cápsula do tempo” da vida na Terra não é exatamente novidade. O objetivo é preservar o legado da humanidade caso ocorra uma catástrofe global, como uma guerra nuclear ou a colisão com um asteroide.

O pergaminho sagrado judaico não seria a única obra do tipo sendo enviada relata a revista New Scientist. Há projetos similares que incluem os Vedas (escrituras hindus) e o I-Ching (antiga obra filosófica chinesa).

“Este é um projeto incrível”, disse o fundador do grupo judeu, Paul Aouizerate. “Estes três textos estão entre os documentos mais antigos da Terra, escritos mais de 3.000 anos atrás”.  Em última instância, o objetivo é garantir que uma parte significativa da cultura da Terra permaneça na Lua como maneira de preservá-los, como uma “cápsula do tempo”.

Na verdade, duas sondas Voyager da NASA, que já estão no espaço contém algo chamado de “Registro de Ouro”. São registros da vida da Terra e da cultura humana, incluindo sons da natureza a imagens de seres humanos. Com informações Daily Mail e News Cientist.

Fonte:GospelPrime

Parada do Orgulho LGBT será financiada com dinheiro público

Segundo informação do colunista Lauro Jardim do Radar Online da Veja, a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo deste ano será patrocinada mais uma vez com dinheiro público.

Os gastos com o evento gay serão custeados pela Petrobras, Caixa Econômica e Governo Federal. No ano passado, o custo do evento foi de 2,2 milhões de reais. A Petrobras teria destinado 200 000 reais e a Caixa 50 000 mil reais para apoiar a Parada LGBT.

Em 2012 a Marcha para Jesus do Rio de Janeiro, comandada pelo pastor Silas Malafaia, teve o apoio da prefeitura que investiu cerca de 2,48 milhões de reais no evento evangélico. Na época Malafaia devolveu uma grande parte deste montante aos cofres públicos, R$ 410 mil. Foi a primeira vez que a prefeitura ajudou financeiramente na organização de um evento evangélico na cidade.

Na época Malafaia informou que a Associação Vitória em Cristo, presidida por ele, também colaborou financeiramente com o evento. Apesar de concordar com a ajuda financeira a Parada Gay, Malafaia foi irônico: “Quero ver parada gay devolver algum dinheiro de evento”, disse.

Os valores exorbitantes investidos pelo Governo para promover o evento gay em São Paulo tem sido duramente criticado. O ativista cristão Júlio Severo chegou a denunciar em um dossiê os gastos públicos do Governo Federal para a organização deste tipo de evento.

Fonte:GospelPrime

“Deus abomina o pecado e o pecador”,Diz Paul Washer durante evento no Brasil

Durante o carnaval aconteceu em Campina Grande (PB), o 16° Encontro para a Consciência Cristã. Realizado pela VINACC (, o evento teve como um de seus principais preletores o pastor e missionário norte-americano Paul Washer, que falou sobre a visão de Deus a respeito do pecado e do pecador.

Em sua pregação, Washer prendeu a atenção do público presente na Representação do Tabernáculo Bíblico, e em uma de suas frases mais contundentes durante sua fala afirmou que quem vive um cristianismo superficial, carrega sobre si a ira de Deus.

– Ele [Deus] é amor, e isso é inegável. Mas Deus não é apenas amor. Ele é justiça e santidade! Por Ele ser santo, odeia o pecado; e por ser justo, Ele julgará os pecadores! – afirmou o pastor.

– Se você vive um cristianismo superficial, a ira de Deus está queimando sobre você! – completou Paul Washer.

Igor Sabino, membro da Igreja Presbiteriana de Campina Grande e colunista do Gospel+, comentou sobre a participação de Paul Washer no evento afirmando ter visto nele um “verdadeiro profeta da nossa geração, que abre a boca não para relatar sonhos e visões mentirosas a fim de enganar multidões, mas que abria a Bíblia para anunciar a graça e juízo de Deus sobre os pecadores”.

– Sinceramente nunca me esquecerei do que ouvi ontem, e ainda hoje ao lembrar, as lágrimas correm pelo meu rosto. O Paul me lembrou o quanto meu coração é depravado e imundo, o quanto eu sou falho e mesmo após a salvação preciso da graça de Deus para ser santo e vencer o pecado – afirmou Sabino, ao descrever a pregação de Washer.

– Como disse ele, às vezes é preciso que Deus dê um “pé na bunda” de seus filhos e os impeça de seguir seus próprios caminhos. Foi exatamente assim que me senti. Foi como se Deus me dissesse: “Já basta! Eu sei o que está por trás do seu extremismo, do seu aparente zelo por mim. Eu conheço o seu coração e vejo suas motivações erradas, o orgulho, a presunção. Mas está na hora de você cair do cavalo. Se eu te ofereci graça, porque você quer oferecer a Lei aos outros?” – completou.

Segundo Igor Sabino, além da sua pregação contundente Paul Washer demonstrou também nos bastidores do evento “o temor e tremor que ele sentia antes de pregar”, e também se mostrou um homem simples, desapegado aos bens materiais e ao luxo.

– Eu não choro porque não tenho coisas. Eu choro porque não sou com Jesus – afirmou o pastor em algumas ocasiões durante o evento.

Por Dan Martins | Fonte:Gospel+

Igreja Bola de Neve vai evangelizar na praia durante o Carnaval

Igreja Bola de Neve vai evangelizar na praia durante o Carnaval

A Igreja Bola de Neve da cidade de Santos estará realizando uma peregrinação evangelística no dia 9 de fevereiro, em pleno o Carnaval, oferecendo aos turistas a oportunidade de conhecer a mensagem da salvação e conferir a apresentação de representantes do gospel.

Os voluntários estarão uniformizados com uma camiseta produzida com material ecologicamente correto, os trajes são chamados de “Vestes de Louvor” que este ano terá o tema de 10 anos em 1, uma referência aos anos em que a denominação está atuando na cidade.

Este é o oitavo ano em que os membros da Bola de Neve realizam atividades durante o Carnaval. Nos primeiros anos eles criaram um bloco de rua e saiam pela cidade pregando o evangelho.

Nos anos seguintes eles foram inovando, montando uma tenda na praia para a apresentação de bandas locais. O espaço foi aumentando e no último ano mais de 1.500 pessoas participaram caminhando entre os canais 2 e 6 evangelizando os banhistas e convidando para conhecer a barraca de praia que a igreja montou no Canal 2.

Neste ano estarão se apresentando os cantores Nengo Vieira e Tribo de Abraão, Dominic Balli, Tribo de Louvor, Companhia de teatro Gálatas, Santa Geração e André Valadão.

Quem quiser ser voluntário ou ter mais informações sobre o evento pode entrar em contato pelo e-mail: igrejasantos@boladeneve.com.

Fonte:GospelPrime

Força Jovem realiza evento contra o crack em Brasília

Os jovens da Igreja Universal do Reino de Deus promoveram no dia 4 de fevereiro o evento “Crack, tire essa pedra do seu caminho” na cidade de Brasília. A Força Jovem tem trabalhado com o propósito de combater o uso de drogas e reuniu nesse dia milhares de pessoas com o mesmo objetivo na Concha Acústica.

Mais de 15 mil pessoas enfrentaram o calor de 36º na Capital Federal para falar sobre a conscientização e a prevenção contra as drogas.  Vestidas com a camisa estampada com o logo da campanha, os participantes mostraram a toda sociedade que para ser feliz não é necessário fazer uso de nenhum tipo de entorpecente.

Entre os participantes estavam muitas pessoas que foram resgatadas do vício graças ao trabalho da Igreja Universal. Prova disso é o testemunho de Tatiana Gomes, 24 anos, que foi usuária de crack. “Tudo começou em uma balada. Eu dei a primeira tragada num cigarro de maconha e, desde então, me viciei até o ponto de ficar dependente do crack. Por cometer roubos, cheguei a ser presa. Quando conheci o trabalho desenvolvido pelo Força Jovem, Deus me libertou completamente. Hoje sou verdadeiramente feliz”, disse a jovem.

Comandando essa multidão estava o bispo Domingos Siqueira, que é o responsável pelo trabalho da IURD no Distrito Federal e juntamente com o líder local da Força Jovem, o pastor Thiago Magalhães, realizou uma oração especial em favor do público presente.

Além dos jovens autoridades da região também estiveram reunidos ali para tratar de um assunto tão sério que atinge milhares de pessoas de todas as classes sociais. Ente eles o deputado distrital Evandro Garla; o secretário do idoso, Ricardo Quirino; o governador do DF, Agnelo Queiroz e o representante do governador de Goiás, Gilvam Máximo, que apoiaram a causa e se prontificaram a lutar contra o crack.

Com informações Arca Universal