Arquivos do Blog

Personagem de “A Grande Família” vira evangélica, mas cai na bebida

A personagem Lurdinha pagou pelos crimes que cometeu no seriado “A Grande Família”, da Globo, e voltou da prisão diferente, tão diferente que a família Silvia não conseguiu acreditar na mudança.

Lurdinha (Maria Clara Gueiros) se tornou evangélica na prisão e a família concordou em dar uma nova chance à ela permitindo que ela trabalhasse como empregada. Ao longo do episódio exibido na quinta-feira (22) a empregada mostrou que é uma nova pessoa, fazendo todo o trabalho da casa e provando que merece o voto de confiança de seus patrões.

Mas Agostinho (Pedro Cardoso) não estava convencido da conversão de Lurdinha e resolveu testá-la oferecendo bebida. A empregada relutou, mas acabou cedendo e bebeu muito, voltando a cometer alguns crimes: roubou a televisão da casa e o carro de Bebel (Guta Stresser).

Depois que acordou da ressaca, Lurdinha percebeu que pisou na bola e resolveu pedir desculpas a todos. Arrependida, ela conseguiu convencer a família Silva a lhe dar uma nova chance e continuou trabalhando na casa.

Essa não é a primeira vez, e ao que parece não será a última, que personagens de novelas e seriados da Rede Globo se convertem, mas continuam com personalidade duvidosa. Ano passado em Avenida Brasil, a atriz Paula Burlamaqui interpretou Dolores, uma ex-atriz pornô que mesmo após a conversão tirou a roupa em frente a seu ex-marido. Confira o trecho do programa na íntegra aqui.

Fonte:GospelPrime

Anúncios

Às vésperas de seu casamento, Preta Gil revela sua conversão ao Evangelho: “Procuro seguir a Bíblia”

Preta Gil, cantora filha de Gilberto Gil, afirmou que se converteu ao Evangelho e tem na Bíblia, uma inspiração para tomar suas decisões. A declaração foi feita numa entrevista recente ao portal Uol.

Às vésperas de seu casamento com Rodrigo Godoy, Preta diz que tem recebido aconselhamento de um casal de pastores, mas prefere não se filiar a nenhuma denominação.

“Eu procuro seguir a Bíblia, sou cristã. Mas não me considero evangélica, pois não me enquadro a nenhuma dessas igrejas. Eu tenho um pastor e uma pastora que são meus guias, neles eu confio. Sem precisar passar por uma igreja ou coisa desse tipo”, disse a cantora, demonstrando enquadrar-se no perfil de novos evangélicos detectado pelo IBGE no Censo 2010.

Mesmo sob orientação de pastores, Preta se casará num templo católico, por seu noivo ser fiel à igreja romana. Para tanto, precisará passar por um curso, que é exigido pela doutrina católica.

Fonte:Gospel+

MC Nego do Borel diz que deixaria o funk ostentação para se converter ao Evangelho: “Quero aceitar Jesus”

O funkeiro MC Nego do Borel, um dos representantes do funk ostentação (nova tendência musical das periferias), disse que faz planos de se converter ao Evangelho.

Numa entrevista ao site Ego, Leno Maycon Viana Gomes afirmou que largará o funk quando sentir o desejo de se entregar a Cristo.

“Minha mãe é evangélica, lá em casa sempre tem culto. Moro praticamente em uma igreja […] Eu quero aceitar Jesus. E isso não está longe de acontecer”, comentou.

Segundo o MC Nego do Borel, a trilha sonora de sua vida é feita de música gospel, e em seu celular, há clipes de artistas evangélicos. Recentemente o artista carioca assinou contrato com a Sony Music para fazer a distribuição de seus CDs.

O MC não nega a controvérsia que há em sua música e sua alegada fé, mas ressalta que leva a religião a sério: “Sempre tive fé em Deus e em mim. Quanta gente dizia que eu não seria nada, que meus sonhos não iriam se realizar? Mas consegui”, pontuou.

Por Tiago Chagas | Fonte:Gospel+

Evangélica, Joelma é tida como homofóbica por não ser a favor do casamento gay; Jean Wyllys diz que cantora é “estúpida e hipócrita”

As declarações da cantora Joelma repercutiram negativamente entre os militantes homossexuais e personalidades, e agora a vocalista da banda Calypso tornou-se mais um alvo de críticas.

Joelma, que é evangélica, declarou que ser contra o casamento gay porque a Bíblia prega contra, e que se tivesse um filho homossexual, “lutaria até a morte para convertê-lo”.

Uma das frases da cantora, em que ela compara a dificuldade para abandonar a prática homossexual com a dificuldade de se recuperar de um vício gerou as maiores críticas. Na entrevista à revista Época, Joelma diz que conhece “muitas mães que sofrem por terem filhos gays. É como um drogado tentando se recuperar”.

Como parte da repercussão, as redes sociais foram tomadas de imagens “virais”, em que a cantora é acusada de homofobia, e com frases como “Droga é o que ela faz e chama de música”, por exemplo.

joelma homofobia

A polêmica estendeu-se inclusive para a produção do filme Isto é Calypso, que narra a trajetória de sua banda. O jornal carioca Extra veiculou uma informação de que o filme poderia ser cancelado por causa da polêmica. A assessoria da cantora negou: “Falei com o Caco Souza, diretor do filme, e está tudo certo para as filmagens. O que saiu no jornal não é verdade. A equipe trabalha com as mesmas previsões para o início das filmagens, que devem começar no segundo semestre, mais precisamente a partir de julho”.

O marido da cantora posicionou-se sobre a questão, dizendo que sua esposa foi mal interpretada no que quis dizer, e que a rotina dos dois estava tumultuada: “Nossa vida virou um inferno, ficou ruim pra caramba. Joelma nunca falaria nada que desrespeitasse nossos amigos e fãs. Convivemos há muito tempo com gays, inclusive dentro da nossa própria casa. Nossos costureiros, cabeleireiros, além de nossos fãs, que são tudo pra gente. Joelma não quer mais comentar nada, pois tudo o que ela fala é mal interpretado”, disse Chimbinha.

Num comunicado oficial divulgado pela assessoria da banda, o assunto volta a ser retratado como um mal entendido, e ressalta que Joelma respeita quem tem ideias diferentes das suas.

“Foi publicada neste final de semana, em revista de circulação nacional, entrevista com a cantora, na qual constam declarações que não refletem o pensamento de Joelma. Em momento algum a cantora comparou homossexualidade à dependência química. O que foi relatado foram depoimentos, feitos a ela, de amigos e fãs sobre a dificuldade que sentem – quando assim o desejam – de mudar sua opção sexual e que, eles mesmos, compararam tal dificuldade à dificuldade do dependente químico. Embora a religião seguida por Joelma não apoie o casamento entre pessoas do mesmo sexo, a cantora respeita e aceita a opção sexual de todas as pessoas, fãs e amigos, não tendo por ninguém preconceito de religião, sexo e cor”, diz o texto.

No entanto, o deputado federal e ativista gay Jean Wyllys criticou a cantora chamando-a de “estúpida e hipócrita” durante uma entrevista ao programa Saia Justa, do canal por assinatura GNT.

O ex-big brother disse que “Joelma perdeu uma oportunidade de ficar calada”, pois boa parte de seus fãs são homossexuais.

Para encerrar a polêmica, a cantora que pretende lançar um CD de música gospel, gravou um vídeo e divulgou no canal oficial da banda Calypso retratando-se com os homossexuais. Confira:

Fonte:Gospel+

Igrejas católica e evangélica competem por fiéis em Angola

Igrejas católica e evangélica competem por fiéis em Angola

Uma reportagem da agência de notícias France Presse identificou que a competição de fiéis entre a igrejas católicas e evangélicas na África é bem semelhante com o que vem acontecendo na América Latina.

Na Angola 20 milhões de pessoas se declaram católicas, mas o número de evangélicos tem crescido de forma impressionante, basta olhar na capital e ver os megatemplos que estão sendo construído no país.

O discurso de prosperidade tem atraído a população carente que sobrevive com menos de dois dólares por dia. “As igrejas recentes, como as pentecostais, são as que têm mais êxito porque associam o desenvolvimento espiritual e a prosperidade pessoal”, diz o pastor José Evaristo Abias que é professor do Instituto Teológico Superior de Lubango, região sul de Angola.

Ao oferecer a riqueza como dom de Deus, essas igrejas acabam atraindo os fiéis católicos, mudança que para o padre Queiros Figueira, da diocese de Viana, em Luanda, não tem tanta importância, já que esses fiéis acabam retornando para a Igreja Católica.

“Estas igrejas atraem porque prometem muito. Mas também criam muitos decepcionados e, quando as promessas não se cumprem, as pessoas voltam a nossas igrejas”, disse.

Cultos superlotados

A Igreja Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo nasceu na Angola e afirma que tem 800 mil fiéis naquele país. A sede do ministério foi inaugurada em Luanda no ano passado com capacidade para receber 20 mil pessoas por culto.

Um dos líderes desta igreja, o pastor Antonio Domingos Cabral, diz que além dos cultos o ministério atua pela sociedade promovendo cursos e realizando trabalhos sociais destinados a jovens, crianças e mulheres.

A África tem despertado a atenção de muitos ministérios brasileiros que estão sendo enviando pastores e abrindo megatemplos como é o caso da Igreja Universal do Reino de Deus que já possui 500 mil fiéis na Angola. Com informações G1.

Fonte:GospelPrime

“Em Nome do Pai”: Novela global que terá personagem evangélica mostrará também um “ex-gay”

A próxima novela das 21 horas da Rede Globo, que tem o título provisório de Em Nome do Pai, terá entre os temas debatidos durante a trama assuntos que prometem chamar a atenção do público evangélico.

Depois do anúncio de Walcyr Carrasco, autor na nova trama, de que mostraria um personagem evangélico sem caricaturas, os principais rumores sobre a trama preveem uma personagem chamada Waldirene, uma garota que tentava escalar socialmente engravidando de jogadores de futebol e pagodeiros, mas que se converterá ao Evangelho durante a novela. Além dessa personagem o autor deve incluir também na trama um ex-gay.

De acordo com a jornalista especializada em televisão Keila Jimenez, da Folha, um dos temas da novela será o “Tabu de que Existe ex-gay?”, com a inserção de um personagem que afirma que saiu do homossexualismo.

A novela que Walcyr tem estreia prevista para logo após o término de Salve Jorge, novela que causou polêmica ao ser motivo de boicote por evangélicos.

Fonte:Gospel+

Igreja Batista da Lagoinha completa 55 anos

Igreja Batista da Lagoinha completa 55 anosNesta quinta-feira (20) a Igreja Batista da Lagoinha está completando 55 anos de trabalhos.
Inaugurada em 20 de dezembro 1957, a igreja mineira representa hoje uma das maiores igrejas do Brasil tendo em sua sede 53.429 membros.
Liderada pelo pastor Márcio Valadão há 30 anos, a IBL tem se destacado e crescido na cidade de Belo Horizonte, tanto que um dos projetos da denominação é a construção de uma sede que comporte 35 mil pessoas por culto.
Ao comemorar a data, a equipe de comunicação da IBL cita que há centenas de motivos para agradecer a Deus pelo ministério. “Podemos louvá-lo pelas milhares de vidas que estão integradas no dia a dia da igreja. Agradecê-lo pelos trabalhos evangelísticos realizados em praças, casas e ruas”, diz o texto.
Os trabalhos sociais da igreja tem se destacado na capital mineira, entre eles o serviço de apoio a detentos, o resgate de prostitutas que desejam se reintegrar à sociedade e muitos outros.
“Os motivos para agradecer não acabam. Porque nada do que fazemos e vivemos na Lagoinha seria possível se não fosse o Senhor agindo em cada momento. Temos paz, pois entendemos que tudo vem Dele e tudo é para Ele, até mesmo o nosso desejo de adorá-lo”.
Por falar em adoração, o ministério de louvor da igreja é o que mais se destaca, liderados por Ana Paula Valadão, o Diante do Trono tem feito com que a IBL seja reconhecida mundialmente.

Fonte:GospelPrime

Professora evangélica deu a vida para salvar 17 crianças em Newtown

Victoria Soto era professora na escola Sandy Hook, em Newtown, onde ocorreu o massacre na última semana. Ela salvou a vida de 17 crianças no dia em que Adam Lanza invadiu o local e deixou um saldo de 27 mortos.
A professora de 27 anos reagiu rapidamente quando ouviu tiros perto da sala de aula em que lecionava. Ela disse para seus 17 alunos que aquele barulho era parte de um jogo e para ganhar eles deviam se esconder nos armários da sala de aula e permanecer em silêncio. Todos obedeceram.
De acordo com vários meios de comunicação locais, quando Lanza entrou na sala de aula, Victoria disse que as crianças estavam na aula de educação física no ginásio da escola. Porém, sua explicação não convenceu o assassino. Ele abriu fogo contra um dos armários e ela se jogou em frente às balas para proteger as crianças. Isso lhe custou a vida.
O primo de Victoria, Jim Wiltsie, disse que a professora morreu fazendo o que amava. “Ela amava aquelas crianças. Seu objetivo na vida era ser uma professora para formar jovens”, explica.
Uma de seus amigas, Andrea Crowell, disse que a professora “colocou seus filhos em primeiro lugar. Sempre conversávamos sobre isso. Ela queria fazer o melhor para eles, ensinar-lhes algo novo a cada dia.”
Victoria nasceu em Porto Rico e estudou em Connecticut. Estava fazendo um mestrado em educação especial na Southern Connecticut State University. Ela trabalhou por cinco anos na escola Sandy Hook.
“Eles tinham uma professora que estava mais preocupada com seus alunos do que consigo mesma. Sua atitude mostra seu caráter, empenho e dedicação”, afirmou o prefeito John Stratford Harkins, durante um culto memorial realizado onde estavam presentes cerca de 300 pessoas.
Victoria Soto vivia com seus pais e irmãs. A família frequenta a Igreja Lordship Community Church, na cidade de Stratford. Com informações de CBN.

Fonte:GospelPrime

Nova novela da Rede Globo mostrará uma ex-atriz pornô que se torna evangélica

De acordo com a coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo, a atriz Paula Burlamaqui está frequentando igrejas evangélicas para observar o comportamento de mulheres que se converteram e deixaram o passado.

O estudo vai servir para o papel que a atriz terá na próxima novela das Globo “Avenida Brasil” com estreia prevista para 26 de março. Paula será Soninha Catatau, uma ex-atriz de filmes adultos que vai se tornar evangélica e passar a usar o nome de Dolores.

“Vou começar a frequentar cultos na igreja e observar o comportamento das mulheres. Estou louca para começar a gravar”, disse a atriz que na semana que vem já entra no estúdio de teledramaturgia da Rede Globo.

A personagem, que promete gerar polêmica, entra na trama de João Manuel Carneiro a partir do capítulo 20 tentando esconder seu passado dos moradores da nova cidade.

“Terei um filho com Silas, personagem de Aílton Graça, e vou chegar à cidade escondendo o meu passado. Adoro personagens polêmicos. É sempre gostoso fazer. Vai ser um bafão”, adianta Paula que está ansiosa para estrear seu personagem.

Fonte:GospelPrime

Duas igrejas evangélicas foram atacadas em Jerusalém esta semana

Dois dias depois que a igreja Baptista House [Casa Batista], foi vandalizada por extremistas religiosos que picharam frases anticristãs, outra igreja foi atacada e igualmente grafitada.

A Congregação Batista da rua Narkis amanheceu nesta terça-feira com as frases “Morte ao cristianismo!”, “Jesus era um filho da p…” e “Nós vamos crucificá-lo” escritas em seu templo. Essas são as mesmas usadas no ataque à Casa Batista.

A polícia suspeita que os dois ataques são obra do mesmo grupo  de extremistas judeus insatisfeitos com as comunidades de muçulmanos e de cristãos que estão sendo construídas em Jerusalém.

Além de igrejas o grupo também teria feito ataques a mesquitas duas semanas atrás. O alvo principal desses extremistas eram os muçulmanos. Porém, há cerca de 15 dias decidiram atacar um mosteiro e uma escola cristã em Jerusalém.

Os vândalos escreveram frases de ódio similares, em incidentes separados, mas ambos pediam a morte dos cristãos e um “holocausto” para os árabes.

A polícia de Jerusalém está cautelosa, pois diz que podem estar surgindo novos grupos que simpatizam com essa mensagem e desejam aterrorizar os cristãos da cidade.

“É muito fácil”, disse um oficial da polícia de Jerusalém. “Qualquer criança pode usar uma lata de spray e pichar. As pessoas sabem o que está sendo transmitido. Mas não significa que é um grupo ultranacionalista organizado.”

O site Haaretz.com destaca que esse tipo de ataque está ficando cada vez mais comum. Mas não se limitam a pichar paredes, carros de cristãos foram vandalizados e carros de árabes foram queimados  em Jerusalém.

Também há registros de ataques no bairro Moshe Kiryat, frases de ódio pichadas no  cemitério cristão em Monte Sião e um ataque incendiário a uma antiga mesquita no bairro Geula.

Um experiente  líder de uma igreja armênia de Jerusalém, disse que todos os cristãos, especialmente os sacerdotes, que passam pelos bairros judeus na Cidade Velha recebem cusparadas quase que diariamente. O ato de cuspir, na cultura oriental é uma das formas mais agressivas de desprezo.

O pastor Charles Kopp, da Congregação Batista da rua Narkis expressou sua tristeza que os templos estejam sendo atacados dessa forma. “Dói pensar que alguém possa pensar que merecemos tal tratamento. Eles não nos conhecem, mas que, aparentemente, se opõem a qualquer um que não pensem como eles. Oro por eles e os perdoo. Eu não tenho nenhum desejo de vingança”, disse ele, lembrando que sua  a igreja foi incendiada em 1982 e novamente em 2007.

Os líderes cristãos de Jerusalém e um representante do governo israelense se reuniram na Casa Batista nesta terça-feira (21), procurando discutir os meios para que isso não volte a acontecer.

Kopp ressaltou que os líderes da sinagoga de sua rua condenaram os ataques contra cristãos e afirmou a sua solidariedade para com as igrejas. “O rabino e o cantor da sinagoga de nossa rua vieram no mesmo dia [do vandalismo] trazendo um enorme buquê de flores e uma nota de solidariedade e amizade”, contou.

O Dr. Moti Zaken, assessor especial do Ministério de Segurança Interna de Assuntos Minoritários, afirmou: “Eu peço desculpas em nome de Israel. Você tem a solidariedade e o apoio da esmagadora maioria dos israelenses, que veem tais ataques com nojo. Vamos levar os responsáveis à justiça, mas o mais importante é vocês saberem que a maioria dos israelenses rejeitam tais ações. Ninguém merece ser vandalizado desta forma, especialmente nossos amigos [cristãos].”

Traduzido e adaptado de Christian Post e Israel Today