Arquivos do Blog

Pastor evangélico é preso em flagrante com menina de 12 anos em motel

Na manhã da última sexta feira (25), um pastor evangélico de 40 anos foi preso em flagrante em Castanhal, nordeste do Pará, em um quarto de motel acompanhado de uma menina de apenas 12 anos de idade. Em depoimento, o pastor disse que levou a menina para o motel em um “momento de fraqueza”.

Segundo informações da Polícia Civil, os policiais do 5º Batalhão receberam uma denúncia anônima e foram até o motel, que fica no bairro dos Milagres, na estrada que liga o município a Inhangapi, e encontraram o pastor no quarto, sem camisa, com a menina.

O delegado Fábio Veloso de Castro, da Superintendência de Polícia Civil de Castanhal, explicou que o pastor teria flertado com a menina, que sempre passava em frente à sua casa e, na sexta feira, marcou de levá-la ao motel.

– Ele marcou de se encontrar com ela na escola, e alegou que queria conversar em um local mais reservado – disse o delegado, segundo a CBN.

Em depoimento, a menina relatou aos policiais que teria ido ao motel por livre vontade, e que lá foi acariciada e beijada pelo pastor. Porém, segundo a polícia, o consentimento da menina não muda a natureza do crime no qual o pastor será enquadrado: estupro de vulnerável.

Anúncios

Descoberta tatuagem do arcanjo Miguel em múmia com 1300 anos

tatuagem-crista-mumiaPesquisadores do Museu Britânico divulgaram uma descoberta intrigante na múmia de uma mulher egípcia que viveu por volta do ano 700. Após ser escaneada, revelou que tinha uma tatuagem na coxa com o nome do anjo Miguel, mencionado na Bíblia.

O anúncio foi feito esta semana, durante a apresentação de um projeto de pesquisa que usou tomografia computadorizada para examinar múmias egípcias em estudo sobre doenças.

O corpo da mulher estava enrolada em panos de linho e lã e seus restos mortais foram mumificados no calor do deserto. Segundo os curadores, a tatuagem em sua coxa, escrito em grego antigo, diz Μιχαήλ, transliterado como MIXAHA, ou Miguel.

Os estudiosos apontam que a tatuagem era um símbolo usado para a proteção religiosa. O que está intrigando os especialistas é o que isso significava naquele contexto. Maureen Tilley, professor de teologia na Universidade de Fordham em Nova York, acredita que não é nada de mais, pois “havia uma considerável população cristã no Egito no ano 700, possivelmente eram a maioria da população”.

Contudo, “colocar o nome na parte interna da coxa, como acontece com esta múmia, pode ter um significado que desconhecemos, relacionados a esperanças de proteção contra abuso sexual ou para um bom parto. A mensagem seria: “Este corpo é reivindicado e protegido… Miguel seria uma escolha óbvia, pois seria o mais poderoso dos anjos”.

Photograph of the tattoo found on the mummified remains of a Sudanese woman.

O professor de biologia da Universidade Villanova, Michael Zimmerman, que também utiliza tecnologias avançadas para estudar múmias egípcias, disse que este tipo de achado é “notável” e que não há registros de tatuagem em outras múmias.

John Taylor, curador principal do departamento de Egito antigo do Museu Britânico disse que o corpo da mulher tatuada, que tinha entre 20 e 35 anos, pode trazer novas informações sobre como vivia a comunidade cristã cerca de 1.300 anos atrás.  Com informações Fox News.

Fonte:GospelPrime

Filha de Renato Aragão vai a culto em igreja evangélica pedir pela saúde de seu pai

No último domingo (23), a filha do humorista Renato Aragão, Lívian Aragão, de 15 anos, esteve em uma igreja evangélica na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, para orar pela saúde de seu pai, que estava internado.

A igreja que Lívian tem frequentado é a Soul Church, denominação protestante que tem a ex-mulher de Romário, Danielle Favato, como pastora. No último domingo, a adolescente esteve na igreja ao lado de seu namorado, Nicolas Prattes, que é filho da cantora gospel Giselle Prattes. Nicolas e sua mãe também são frequentadores da igreja. De acordo com o site Extra, bem disposta, Lívia orou pela saúde do pai durante o culto.

A Soul Church é frequentada também por Marcus Menna, ex-líder do LS Jack que foi recentemente batizado na mesma religião, e também estava presente no culto do último domingo.

Na tarde do último sábado, Renato Aragão foi internado no hospital Barra D’Or, com febre alta. Segundo os médicos, ele estava com uma infecção urinária e ficou em observação até na segunda feira, sendo tratado com antibióticos.

Evangélico fará parte da comissão que analisará PL em favor da prostituição

O deputado federal Arolde de Oliveira (PSOL-RJ) fará parte da comissão especial destinada a analisar o Projeto de Lei 4211/2012, de autoria do deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), que regulamenta a prostituição no país.

Wyllys é um dos principais opositores das bancadas religiosas na Câmara dos Deputados e famoso por suas declarações polêmicas. Ativista gay declarado, Wyllys era um dos principais defensores do PL 122/2006, que criminalizava a opinião contra a prática homossexual, sepultado ano passado pelas bancadas religiosas.

Para o deputado do PSD o projeto de Wyllys trata-se de um apelo sexual desproporcional ao desejo da sociedade brasileira. Arolde acredita que questões sexuais são de fórum intimo e não deve haver intervenção do Estado.

“Profissão decorre de uma atividade que agrega valor à sociedade e da qual a sociedade necessita. Prostituição agrega valor à sociedade?”, questionou Arolde. “O motor da prostituição é o apelo sexual. No reino vegetal não existe tal apelo. No reino animal a motivação é cíclica. Entre os seres humanos o apelo sexual é voluntário e contínuo. Porém, a satisfação desse apelo não pode se fazer através do comércio legalizado”, defendeu.

Em seu oitavo mandato consecutivo, Arolde de Oliveira, que vem distribuindo há algum tempo um material de conscientização chamado “Reforma do Código Penal, Perigo Mascarado” é um dos principais nomes da Bancada Evangélica na Câmara dos Deputados.

Não é a primeira vez que uma iniciativa como a de Wyllys é levada a cabo no Brasil. O ex-deputado Fernando Gabeira (PV-RJ) já havia protocolado um projeto semelhante durante seu mandato (1995-2011), mas o texto foi arquivado após ele deixar a Câmara.

Entre os pontos polêmicos do projeto, apelidado de Lei Gabriela Leite, propõe a transformação das prostitutas em profissionais liberais, ou em cooperativas, com acesso à aposentadoria e a programas do Governo.

“Um atividade profissional demanda treinamento em escolas profissionalizantes, em universidades, em cursos de pós-graduação. Como vamos estabelecer as regras de treinamento de prostitutos e prostitutas no país?”, questionou Arolde.

A comissão deve começar a discutir o projeto na próxima semana.

Fonte:GospelPrime

Feiticeiro se converte ao Evangelho após receber “cura milagrosa”, em resposta à oração de um pastor

https://i0.wp.com/cdn.charismanews.com/images/stories/featured-news/Gospel-for-Asia-Kalith.jpg

Recentemente o ministério “Gospel for Asia” divulgou o testemunho de Kalith, um homem que era adepto de práticas da feitiçaria, e tinha como crença a adoração a seus antepassados, através de sacrifícios de cabras, porcos e galinhas. Ele afirma que acreditava que, através desses sacrifícios, estaria protegido de todo o mal.

Porém, a mudança em sua vida veio quando foi acometido por uma dor crônica no estômago. Tendo tentado, sem sucesso, uma cura através dos rituais de adoração aos seus antepassados, e não obtendo respostas nem mesmo na medicina, Kalith então buscou ajuda nas orações do pastor Oojam, do Gospel for Asia.

– Ore, e se o seu Deus responder sua oração e me curar, eu vou seguir a Ele – afirmou Kalith ao pastor.

O pastor Oojam relata que orou por Kalith e, após uma semana, ele estava curado e todos os seus vizinhos ficaram sabendo do que aconteceu com ele. Então, o agora ex-feiticeiro e sua família, junto a outros dois casais, se tornaram os primeiros cristãos de sua aldeia.

Através deles, uma congregação cristã se iniciou no local e eles construíram um pequeno local para abrigar as reuniões da igreja que se iniciava. Porém, a construção era precária e, com um telhado de palha, sofreu com a temporada de chuvas na região. Foi então que eles oraram para que, assim como havia curado Kalith, Deus os abençoasse com um milagre para construírem uma igreja no local.

Segundo o Gospel for Asia, as orações foram respondidas através de doações, com as quais construíram um amplo templo que hoje abriga 65 membros da igreja, que adoram e Deus regularmente no local e têm atraído mais pessoas ao Evangelho.

Por Dan Martins |Fonte: Gospel+

Rapper denuncia drogas e prostituição nos Gideões Missionários em clipe

https://i1.wp.com/parksnews.com.br/parksnews/wp-content/uploads/2013/06/485621_551165031593722_935143643_n.jpg

O rapper Juninho Lutero lançou um novo vídeo clipe em seu canal no Youtube este mês. A canção “Gideões: Prostitutas de Terno e Gravata” faz uma grave denúncia contra um dos maiores eventos pentecostais do país.

Na letra, o polêmico cantor afirma que os pastores precisam pagar cerca de R$ 50 mil para pregarem no Gideões Missionários da Última Hora, e diz que muitos pastores que pregam neste evento são usuários de drogas e as cantoras que querem se apresentar ali muitas vezes precisam se prostituir com os pastores que ajudam na organização.

Juninho, que é pastor, e sua esposa Paloma, cantam a música que traz em seus primeiros versos a denuncia: “O congresso dos Gideões é uma farsa composta por pastores que cheiram pó e bebem cachaça”. O refrão compara o evento com a Babilônia dizendo: “Os seus altares Deus vai destruir, Babilônia, os seu império chegará ao fim, Babilônia”. Recentemente o pastor Adeildo Costa, que já pregou no evento, negou acusações de envolvimento com sexo e drogas.

De acordo com a letra os pastores aceitam pagar para ministrarem no evento para terem seus nomes divulgados. O mesmo acontece com algumas cantoras que aceitam manter relações sexuais com pastores só para cantarem no evento e venderem seus CDs.

Há 32 anos a Assembleia de Deus de Camboriú (SC), liderada pelo pastor Cesino Bernardino, realiza o Congresso Gideões Missionários da Última Hora que reúne cerca de 100.000 pessoas em cerca de dez dias de ministrações.

O evento de 2014 está marcado para acontecer entre os dias 26 de abril e 5 de maio tendo dois locais para as reuniões: Ginásio de Esportes Irineu Bornhausen e o Pavilhão dos Gideões que transmitem os eventos simultaneamente.

Assista ao vídeo clipe:

Fonte:GospelPrime

Funkeiro ataca bispo Edir Macedo em programa da Record: “Pastor marginal”

A participação do funkeiro MC Jefinho Faraó como convidado especial em homenagem ao Dia da Mulher no programa “Cidade Alerta” do Espírito Santo na última sexta-feira (7) causou um enorme desconforto na Record.

Enquanto fazia sua apresentação cantando vários sucessos de sua autoria, o funkeiro decidiu atacar o dono da emissora, bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus.

O âncora do noticiário, Ricardo Martins, disse durante vários momentos que estava com “dor de barriga” e deixou o programa enquanto Jefinho se apresentava.

No momento em que Martins deixou o estúdio o funkeiro cantou no “Cidade Alerta” um funk com rimas pesadas contra o líder da Igreja Universal.

“Oooo Pastor Marginal, da Igreja… foi quem pegou nosso dinheiro, pega ele e dá um pau”, cantou. E seguiu: “Lembro dele no Maracanã, à toa ele sorria, ele ficou rico da noite para o dia”.

Na versão original da música, Jefinho fala claramente citando a Igreja Universal e o bispo Edir Macedo. Segundo a colunista Keila Jimenez, da Folha de São Paulo, o incidente pode acarretar em demissões.

Assista:

Fonte:GospelPrime

Exibição do filme “Jesus” em aldeias maias leva centenas de pessoas a se converterem a Cristo

Uma série de exibições do filme “Jesus” em aldeias do povo Maia no México levou mais de 400 pessoas a se converterem ao evangelho. O filme foi projetado durante três noites em três aldeias localizadas na Península de Yucatán. Também foram exibidos os filmes “A História de Jesus para Crianças” e “Madalena”.

O diretor executivo de “Jesus Filme Project”, Erick Schenkel, afirma que o cuidado em dublar o filme para o idioma local é um dos fatores que atraiu milhares de pessoas para assistirem às exibições. Segundo ele informou em seu blog, cerca de 250 a 500 moradores das aldeias assistiram à exibição em cada noite.

– Estávamos especialmente comovidos na terceira noite, ao ver duas pequenas anciãs maias, enroladas e sentadas na primeira fila e logo atrás as crianças. Ambas se inclinaram para frente, impressionadas desde o primeiro momento, pois era a primeira vez que o filme era mostrado em uma tela grande e os atores falando a sua própria língua. Quando Jesus foi preso, as mulheres se inclinaram para frente, com os olhos grudados na tela e com as mãos cobrindo a boca – relatou Schenkel.

– Até mesmo as crianças ficaram em silêncio e com a boca aberta e em sinal de preocupação. Quando Jesus foi pregado na cruz, a comunidade inteira ficou em silêncio. E quando o convite foi feito para aceitarem Jesus, as duas anciãs se uniram, com mais da metade do povo, e vieram para orar e receber Jesus como Senhor e Salvador – completou, segundo informações do The Christian Post.

O trabalho do “Jesus Film Project”, já levou o filme, que tem 2 horas de duração, a países em todo o mundo desde 1979. Para promover esse trabalho, a produção já foi dublada em centenas de idiomas desde que foi gravada.

– Nosso objetivo é chegar a todas as nações, tribos, povos e língua, ajudando-os a ver e ouvir a história de Jesus em uma linguagem que eles possam entender. Então, se uma pessoa fala swahili, Francês, ou até mesmo uma linguagem cujo nome é difícil de pronunciar para a maioria, ele ou ela vai encontrar a vida e a mensagem de Jesus na linguagem “do seu coração.” – explica o site do projeto.

Fonte:Gospel+

Dunamis Experience Voz Profética acontece nesse final de semana em São Paulo

Nos dias 14 e 15 de março, acontecerá na Igreja Bíblica da Paz em São Paulo, o Dunamis Experience Voz Profética 2014.

Teófilo Hayashi, líder do movimento e sua equipe estão fullgás na preparação desse evento que ganhou novo espaço e contará com mais participantes na edição de 2014.

Essa edição contará com a participação de Michael Brodeur, que liderou por muitos anos o movimento Vineyard nos EUA e atualmente está à frente do mundialmente conhecido ministério Jesus Culture.

O louvor contará com Zoe Lilly e a apresentação de seu novo repertório, que foi lançado semana passada em São Paulo e foi considerado como um lançamento musical cristão de extrema qualidade e excelência.

“O Dunamis Xperience acontece em dois dias intensos de derramar do poder e amor de Deus sobre jovens que querem uma experiência muito mais profunda com Deus.
Em 2013 ouvimos uma nova voz se levantando. Neste ano há um novo mover chegando, o Reino de Deus está sendo estabelecido e a nossa geração é escolhida para ser a voz profética deste novo tempo!”

Serviço:

Data: 14 e 15 de Março

Sexta
Sessão 1: 21h

Sábado
Sessão 2: 10h
Sessão 3: 14h
Sessão 4: 19

Local: Biblica da Paz
Endereço: Rua Dona Santa Veloso, 575 – Vila Guilherme / São Paulo
Valor: R$ 65
Inscrições: www.idunamis.org

Fonte: GospelPrime

Pastores evangélicos se manifestam contra “lei anti-gay” recém aprovada em Uganda

Recentemente o presidente da Uganda, Yoweri Museveni, assinou uma “lei anti-gay” no país, tornando a homossexualidade um crime passível de prisão perpétua. Ao justificar a assinatura no projeto de lei, Museveni afirmou que “nenhum estudo demonstrou que alguém pode ser homossexual por natureza”.

Apesar de a homossexualidade já ser considerada ilegal no país, a nova lei torna a relação entre pessoas do mesmo sexo passível de prisão perpétua, e criminaliza também qualquer tipo de promoção à homossexualidade.

Diante da aprovação da lei, pastores evangélicos norte americanos estão se manifestando contra a decisão do presidente de Uganda, afirmando que apesar de não concordar com o homossexualismo, a igreja deve proteger a dignidade de todas as pessoas, como Jesus fez.

O pastor Rick Warren se manifestou sobre o caso afirmando que defende o ideal bíblico do matrimônio entre homem e mulher, mas que vê a lei em Uganda como injusta, e se opõe a ideia de criminalizar e retirar a dignidade das pessoas homossexuais.

– Primeiro, a lei é injusta, extrema e não cristã para com os homossexuais… Em segundo lugar, a lei obriga que os pastores relatem suas conversas pastorais com homossexuais às autoridades… – afirmou o pastor.

Ele disse ainda que tal lei teria um efeito negativo no trabalho de pastores ao ajudar os que sofrem.

– Jesus reafirmou o que Moisés escreveu, que o casamento é para ser entre um homem e uma mulher comprometidos uns com os outros para a vida. Mas Jesus também nos ensinou que o maior mandamento é amar o nosso próximo como a nós mesmos – ressaltou o pastor.

Condenando leis como a de Uganda, Russell Moore, presidente da Comissão de Ética e Liberdade Religiosa da Convenção Batista do Sul, disse que não conhece evangélicos que apoiariam uma legislação como essa.

Morre e diversos outros pastores, como Warren e Scott Lively, pastor e chefe do Abiding Truth Ministries Massachusetts, criticaram também a alegação do governo de Uganda de que a lei se apoia em princípios cristãos.

Segundo o Huffington Post, Lively afirma que “o governo deveria estar preocupado em ajudá-los a superar seus problemas e não apenas puni-los por isso”.

– A liberdade de fazer escolhas morais é concedida por Deus. Uma vez que Deus nos dá essa liberdade, temos de protegê-la para sempre, mesmo quando não concordamos com suas escolhas. Toda a vida é preciosa para Deus – ressaltou Rick Warren.

Por Dan Martins | Fonte: Gospel+