Arquivos do Blog

Extremistas islâmicos lançam granada em culto no Quênia

Na última semana um grupo de extremistas islâmicos lançou uma granada em uma igreja no horário do culto de reavivamento e segundo a Compass Direct News dois pessoas morreram e 30 ficaram feridas.
O ataque aconteceu na cidade costeira de Mombasa, no Quênia, e o Ministro de Segurança Interna do país diz que foi o grupo rebelde “Al Shabaab” que disparou contra a igreja cristã, mas o grupo ainda não reivindicou a responsabilidade.
Entre os mortos estavam uma mulher e um menino de apenas oito anos de idade. O governo do Quênia está investigando as ações do Al Shabaab desde outubro do ano passado e por isso não descarta que novos ataques aconteçam do domingo de Páscoa.
O artefato foi lançado em uma área de eventos chamada “Kandara” onde 16 denominações estavam reunidas, totalizando 500 pessoas presentes. A reunião de reavivamento começou na sexta-feira e se encerraria no domingo passado.
O pastor Daniel Mwendwa, da Miracle Church, estava ministrando quando a granada foi lançada por alguém que estava dentro de um carro. A granada foi lançada em direção ao púlpito onde estavam o reverendo e um grupo de louvor.
O grupo extremista é da Somália e devido aos vários ataques que fizeram no Quênia o governo precisou mobilizar suas forças e atacar alvos do Al Shabaab em seu país de origem.
O objetivo do grupo islâmico deve ter entre 3.000 e 7.000 pessoas que tentam impor a Sharia na Somália, para impedir o avanço desse grupo o governo em Mogadishu luta para tratar os poucos cristãos que vivem no país dad melhor forma possível, mas apesar dessa tentativa o presidente já adotou a versão da Lei Islâmica que condena à morte quem deixa o Islã.
Traduzido e adaptado de Christian Today
Fonte:GospelPrime