Arquivo da categoria: Política

Candidatos à Presidência se aproximam de lideranças religiosas

O senador Aécio Neves (PSDB), pré-candidato a Presidência da República, participou da procissão do enterro de Cristo no feriado da Sexta-Feira da Paixão na cidade de São João Del Rey (MG).

Carregando a Lanterna de Prata, o presidenciável fez questão de participar da festividade católica na terra natal de seu falecido avô, Tancredo Neves.

Aécio Neves não foi o único que aproveitou o feriado religioso para se aproximar dos fiéis católicos. O ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT0 – pré-candidato ao Governo de São Paulo – e o ex-governador Eduardo Campos (PE) também participaram de missas católicas no período de Páscoa.

De acordo com o blog Coluna Esplanada não há notícias recentes, ou de até anos atrás, de que três pré-candidatos participaram de celebrações da Páscoa, o que levanta suspeitas de que o interesse seria o voto dos católicos.

Apesar das constantes quedas do número de fiéis da Igreja Católica, a religião ainda representa 60% dos brasileiros e cerca de 30% dos eleitores.

Não por acaso Eduardo Campos aproveitou sua participação na missa de Páscoa na cidade de Aparecida, interior de São Paulo, para se posicionar contra o aborto, assunto que interessa aos católicos e evangélicos.

O senador Aécio não entrou no tema, participou da cerimônia como um devoto, seguindo a procissão até o final sendo acompanhado por deputados estaduais e federais.

Fonte:GospelPrime

Anúncios

Marina Silva anuncia candidatura a vice de Eduardo Campos

Nesta segunda-feira (14) o Partido Socialista Brasileiro (PSB) anunciou oficialmente Marina Silva, ex-senadora, como candidata à vice-presidente ao lado do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos.

O anúncio da pré-candidatura foi feito pelo primeiro-secretário nacional do PSB, Carlos Siqueira, em evento realizado no Hotel Nacional de Brasília. A formalização da chapa, no entanto, só deve ser feita durante a Convenção Nacional do partido, em junho.

“As lideranças e os militantes do partido delegaram aos líderes do PSB, Eduardo Campos, e da Rede, Marina Silva, a tarefa de representá-los nesse processo eleitoral como pré-candidatos à Presidência da República […]. A campanha da chapa se confirmará pela convenção de junho seguirá os seguintes princípios [definidos pelo partido]“, disse Siqueira.

Em 2010 Marina Silva conquistou cerca de 20 milhões de votos na disputa presidencial e especulava-se que ela seria a cabeça de chapa. No discurso, a ex-senadora também citou o fato de ser evangélica, mas disse que não usará da religião para pedir votos. “Vocês sabem que sou uma mulher de fé, mas nunca fiz dos palanques, púlpito”, afirmou.

PSB e PPL anunciaram que deverão apoiar a candidatura de Campos e Marina. O PDT também tem estudado o apoio ao partido, mas ainda não formalizou a aliança. Marina chegou a receber convites do PPS e PEN para disputar as próximas eleições como candidata à Presidência da República, mas optou pelo PSB.

Marina Silva, no entanto, de acordo com a pesquisa poderia levar a disputa presidencial para o segundo turno, caso fosse lançada para presidente. A missionária da Assembleia de Deus aparece com 27% das intenções de voto, Dilma com 39% e Aécio, pré-candidato do PSDB, com 16%.

Fonte:GospelPrime

Após ter projeto classificado como inconstitucional, vereadora evangélica afirma estar sendo vítima de “crentofobia”

Após propor um projeto de lei com o objetivo de premiar, na Câmara de Vereadores de Curitiba, pessoas que prestarem serviços à Igreja Evangélica, a vereador a Carla Pimentel (PSC) afirmou que está sendo vítima de discriminação religiosa, que ela denominou como “crentofobia”.

A crítica da vereadora vem do fato de seu projeto ter sido considerado inconstitucional. Porém, ela afirma acreditar que há um erro de interpretação por parte de muita gente sobre a garantia do Estado Laico pela Constituição.

– Já existe o mesmo para os católicos, e não vejo por que não ocupar esse espaço. Queremos democracia – se defendeu a vereadora, em entrevista ao jornal Gazeta do Povo.

– Existe uma grande distorção, as pessoas pensam que é um estado ateu. Quando falamos no Estado laico, não podemos entrar numa ‘crentofobia’. O Brasil é um país majoritariamente cristão. Muito da minha atuação é vítima deste preconceito – ressaltou Pimentel.

Essa não é a primeira vez que a vereadora propõe um projeto que é considerado inconstitucional por seus colegas da Câmara, devido ao seu teor religioso. Recentemente ela havia proposto conceder ao pastor Sila Malafaia, líder da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, o título de “Cidadão Honorário de Curitiba”. Proposta que também foi vetada, pois, segundo os vereadores, Malafaia não poderia ser homenageado pela cidade devido às suas ideias conservadoras, que classificaram como homofóbicas.

Por Dan Martins | Fonte:Gospel+

Vereadores aprovam projeto que autoriza o ensino da Bíblia nas escolas

De acordo com o blog “Guarda-Sol” do Diário Catarinense, a Câmara de Vereadores de Itapema (SC) aprovou um projeto de lei que sugere o uso da Bíblia nas aulas de história.

A proposta foi apresentada pelo vereador Mouzatt Barreto (DEM), que é presbítero da Assembleia de Deus, e aprovada por unanimidade pelos 13 vereadores.

Mouzzat garante que seu projeto não fere a Constituição brasileira e que a inclusão da Bíblia nas aulas de história não irá constranger os alunos de outras religiões.

No blog escrito pela jornalista Dagmara Spautz as reações dos comentaristas são bem diferentes. Alguns dizem que se trata de um retrocesso, pois a Bíblia não deve ser usada como livro de registro histórico e que o Estado deve ser laico.

Outros comemoram a decisão por conta dos valores ensinados no Livro Sagrado. Há também leitores que parabenizaram a proposta, mas disseram que os vereadores precisam ser os primeiros a darem bom exemplo.

No site da Câmara de Itapema não é possível localizar o projeto para saber se as escolas municipais poderão escolher incluir a Bíblia no ensino de história ou se o uso ficará a cargo dos professores.

A lei segue para o prefeito Rodrigo Costa (PSDB) que pode sancioná-la ou vetá-la.

Fonte:GospelPrime